Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O alfabeto grego a física e a matemática.

por Volátil, em 05.02.15

Os jornais estão a ver-se gregos com a velocidade com que o novos governo da Grécia avança em visitas pela Europa fora. A grande figura tem sido o novo ministro das finanças Yanis Varoufakis. Sem gravata, sem cabelo, com um sorriso e muita ironia. Lá tem tentado, sem grande sucesso, negociar a divida grega.

Visitei o twitter de Yanis Varoufakis e veio-me à memória as aulas no auditório do departamento de física, em que o velho quando articulado estava cheio de equações com os mesmo caracteres escritos naquelas página de twitter. A física e a matemática nasceram na Grécia e continuas a falar grego.

 

Se pretendemos deslocar um objecto do ponto a  para o ponto b, aplicando nesse corpo ma força segundo um ângulo  α (alfa) ou β beta. Esse objecto pode ser constituído por um somatório (sigma) de várias partículas. Estas partículas podem ser radioactivas e como postulou Albert Einstein a energia e a matéria são interconvertivelmente a mesma coisa. Portanto podemos ter um decaimento β com a emissão de um positrão ou de ou neutrão ou um decaimento α pode é emitido um núcleo de hélio. 

A utilização do alfabeto grego continua, quase todas as letras têm um significado próprio ou até várias. O campo magnético que se representa por Φ (phi músculo) que vem representado em Tm² (Tau por metro quadrado ou tesla por metro quadrado). Assim, chegamos ao ε (epsilone) que representa a Lei de Faraday relacionando a força motriz  ε com a o fluxo magnético Φ num determinada variação tempo Δt . Dentro deste campo temos ainda o η (eta) que representa o rendimento eléctrico depois de dividirmos a energia útil pela energia fornecida.

São comuns ainda outro símbolos que não fazem parte do alfabeto mas que têm origem grega como o nabla ∇ que na química significa aquecimento e na matemática na sua forma representa uma derivada parcial em ordem a um determinada variável.

Há muitos outros exemplos que ficam por relembrar aqui. Serão acrescentados aqui assim que me regressem à memória.

O  χ2 (chi-quadrado) é um teste estatístico utilizado para comparar resultados experimentais a resultados hipotéticos de forma quantitativa. Aferindo assim a proximidade dos valores experimentais dos valores esperados teoricamente. Também representado por um letra grega.

 

O negro do velho quadro articulado do departamento de física continua a encher-se de caracteres, com os seus próprios significados. Muito longe aos que Yanis Varoufakis lhes atribuía no sei twitter. O Alfabeto grego tem este privilegio de alojar uma linguagem única que tem em si a particularidade que pôr toda a gente no mundo a falar e a entender-se da mesma forma na linguagem universal da matemática e da física. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:21