Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



To do list, 2016.

por Volátil, em 26.12.15

Nunca fui de escrever as coisas que tenho para fazer. No papel as coisas ganham uma aura contratual. Na verdade sou um bocado baldas. Vá, não é bem baldas... é distraindo. Bom, também não sou exactamente detraído, o que acontece muitas vezes é estar concentrado noutras coisas... - já se percebeu o que se passa na minha cabeça para fugir aos deveres impostos por mim próprio -  Portanto, talvez por medo, sempre fugi à redacção dos meus afazeres, devido à minha reduzida capacidade de autocontrolo e auto disciplina. O meu velho moleskine que deve ter 4 anos está escrito até meio com um emaranhado de notas (e nódoas) que nunca voltei a ler.

Uma vez dei o exemplo da Odisseia de Homero em que Ulisses regressa à sua casa em Ítaca passando pelas Sereias que, com os seu canto maravilhoso atiram os navegadores para os rochedos afundando as suas embarcações. Ulisses, que queria ouvir as sereias, mandou tapar os ouvidos de toda a tripulação com cera enquanto ele seria amarrado ao mastro do navio para conseguir ouvir este mítico cântico e seguindo em frente em segurança. 

As resoluções de ano novo funcionam mais ou menos assim. Cera para os ouvidos dos outros e cordas para a preguiça e da procrastinação. Portanto, nunca as fiz até hoje. Será mais ou menos o seguinte: 

  • Não comprar mais livros. Terminar todos os que comecei. 
  • Continuar no ginásio mesmo depois do contrato de fidelização acabar. Não ir menos de 3 vezes por semana.
  • Alguém me disse que devia "aproveitar mais a companhia das pessoas". Pois bem.
  • Deixar de pedir desculpas. Compensar as pessoas com quem não fui correcto ainda que não deliberadamente (tipo My Name is Earl).
  • Sair em vez de ficar na cama. 
  • Orientar a minha vida profissional segundo aquilo que devia ter sido e não segundo o que é. 
  • Marcar uma consulta médica.
  • Telefonar e visitar mais vezes a família e os amigos. 
  • Voltar a ouvir música ao vivo. 
  • Evitar desistir.
  • Produzir e engarrafar o meu primeiro vinho em garrafas cujo rótulo terá o nome do meu avô.
  • Responder às SMS em menos de 1 hora.
  • Voltar a um festival de verão.
  • Deixar de stressar com mudanças. Não vale recorrer a benzodiazepinas.
  • Cumprir as promessas que terminaram em "um dia destes".
  • Comprar um moleskine novo.
  • Escrever menos merdas na internet.

Não está por ordem de prioridade. Veremos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:11