Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Resistência à mudança.

por Volátil, em 02.08.15

Sou resistente à mudança. Acho que a maior parte das pessoas é assim embora muitas vezes neguem isso porque ser "jovem aventureiro" é muito mais sexy. Não gosto da mudança. A humanidade passou séculos e séculos a construir ambientes confortáveis para que pudéssemos permanecer nos mesmos sítios muito tempo. Deixámos de ser nómadas caçadores-colectores para sermos agricultores, pastores e construtores. Foi a necessidade de conforto e a rejeição dos perigos da mudança que nos deu este rumo. 
Ter medo da mudança também é mau e eu tento lutar contra isso como posso - julgo já ter escrito isto aqui há alguns meses - muitas vezes coloco-me em situações que me vão obrigar a mudar... de modo a tentar reunir forças contra a inércia.
Conforto da permanência é uma cosia mais doce. Este fim-de-semana fui à terra onde nasci e cresci até ao 10 anos. Gosto de lá ir embora vá cada vez menos. A cada regresso gosto de ir aos meus sítios preferidos e teto recuperar a sensação das memórias mais antigas que guardo-a deles. Não é igual. Não poderia ser igual. A escola primária encolheu de uma forma assustadora! As ruínas romanas que visitava sempre de bicicleta parecem agora mais próximas (fui de carro...). Os bolos de amêndoa da única pastelaria que resiste desde o meu tempo de residente são hoje 3 vezes mais pequenos (horrível!). Mas, apesar de tudo isto o ar que se respira é o mesmo. Quando voltei a subir ao rochedo granítico mais alto que conhecia para fotografar o por do sol senti-me mais leve, mais pequeno e sobretudo mais despreocupado. Por uns segundos não pensei e mais nada. Depois desses segundos pensei: que raio se passou comigo nestes anos todos? foi nesse momento voltei ao normal.

CLRGFzPWgAA_iGc.jpg

Acabei de juntar algumas coisas em caixas de cartão para levar para a minha nova habitação. Coloquei-me mais uma vez numa rota de mudança. A única coisa que gosto na mudança é a sensação de que posso começar tudo de novo. Talvez desta vez seja diferente e não faça asneiras. Não sou uma pessoa optimista mas como disse um brasileiro qualquer noyoutube "a fé é o fim que fundamenta as coisa que não se vêem... mas que se esperam". Não sei se isto faz sentido, na verdade... mas achei piada. Levo pouca coisa porque quero construir coisas novas no novo sitio. "Out with the old, in with the new".

 

Por isto tudo decidi também actualizar o Windows 8.1 para o Windows 10 - Sempre a viver no limite!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:40