Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Amor é...

por Volátil, em 09.02.15

Tenho dúvidas quanto à existência do amor enquanto força mágica que domina todas as acções e forças do bem.
A visão idilica do amor não passa de uma quimera. Esse amor não é amor. Não é uma substância. Não existe por si próprio.

O amor é sobretudo conforto. Quando uma relação termina é desse conforto de que se sente falta. É o desamparo que nos assuta. É o medo da solidão.

O amor se existir tem que partir de nós, por nós, para nós. E quando o conforto da companhia quente de um abraço nos dá prazer. Não é por necessidade mas por vontade.

Acredito que a ideia corriqueira do amor não existe. Mas existem coisas parecidas, como a confiança, a partilha e a tranquilidade de quem não precisa de se suster sempre em si prório. Embora o consiga, se quiser.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52