Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Donald Trump, Pedro Arroja e Caitlyn Jenner entram num bar...

por Volátil, em 09.12.15

ftb.pngNum bar que não tem "beba com moderação" escrito à porta. Assim temos as nossas noticias. Uma pessoa que por mudar e sexo passa de um homem irritante para uma mulher respeitada e a personalidade do ano. Um candidato a presidente dos EUA que não quer barrar a entrada a muçulmanos e fechar a internet (sim, fechar a internet). Em Portugal um individuo que está claramente a servir de fantoche para a promoção de uma canal praticamente desconhecido que lhe cede tempo de antena para dizer coisas como "África é pobre porque os negros pensam só em sexo. Nós também pensamos em sexo, mas não pensamos só nisso", "As esganiçadas [do Bloco de Esquerda]. Não queria nenhuma daquelas mulheres, nem dada!" ou ainda "Tenho pénis, testículos, etc. E não fui eu que os fiz. Se calhar foi a minha mãe."

  

Isto é tudo muito bom para gerar aquele agitação de que as redes sociais (o Twitter, vá...) tanto precisam. Sem isto temos mais, a terrível, noção do cabo que temos ligado ao cerebelo como o Neo do Matrix. 

Engolimos o comprimido azul, não o da Pfizer, o do Morpheus.

Faz-me confusão que o pragmatismo e o bom senso seja cada vez mais raro e visto com desconfiança. 

Faz-me confusão que o candidato à presidência dos estados unidos diga, sem se rir, que se o terrorismo vem pela internet temos de fechar a internet.
Faz-me confusão que um comentador de política de um pequeno canal seja levado a sério e colocado como líder de uma ideologia socioeconómica.
Faz-me confusão que alguém diga que mudou de sexo pelos outros. Chelsea aparece em público como se fosse uma bandeira do bem, do amor e da vontade e que por isso vá directo para personalidade do ano pela revista Time juntamente com o líder de uma organização terrorista.
Faz-me confusão que tudo isto tenham tanta importância que me tenha feito escrever estas linhas... 

Ser moderado custa caro neste jogo por equipas que é a opinião das redes sociais.
Adeus comprimido vermelho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:06