Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Abstenção e água-benta.

por Volátil, em 02.10.15

A descrença das pessoas na politica não é uma coisa nova. Já Eça de Queiroz a 16 de Agosto de 1900 escrevia no jornal Distrito de Évora que "Em Portugal não há ciência de governar nem há ciência de organizar oposição. Falta igualmente a aptidão, e o engenho, e o bom senso, e a moralidade, nestes dois factos que constituem o movimento político das nações.  A ciência de governar é neste país uma habilidade, uma rotina de acaso, diversamente influenciada pela paixão, pela inveja, pela intriga, pela vaidade, pela frivolidade e pelo interesse". Cada vez a politica e a governação estão mais afastadas da realidade dos que são governados. Somos porem visitados em ciclos de 4 anos. Vêm em bandos com bandeira e fanfarras a dar beijinhos e passou-bens. Prometem fazer tudo por todos. Só uma vez a cada 4 anos. 

Evidentemente que as pessoas estão cansadas no mesmo ciclo politico repetido por década e décadas, à esquerda e à direita. E pisca pisca.
O grande sinal desta descrença é a abstenção. A distancia escavada entre a politica e as pessoas é de tal ordem que mais de metade da população, expectavelmente, não vai sair de casa para fazer uma cruz num papel.

 

Podemos retirar significado politico de todas as possibilidades de escolha em dia de eleições. Abstenção. Nulos. Brancos. Ou qualquer um dos outros 16 quadrados onde podemos pôr a cruz. 
Não acredito que a abstenção encerre em si um determinado significado politico claro e inequevoco. Não existe, com efeito, abstenção de protesto. Quem não vai às urnas tanto pode não ir por protesto como por desinteresse ou até mesmo desconhecimento. Para uma nao-escolha existe apenas a opção do branco/nulo. Quem se chateou o suficiente para ir votar num domingo com futebol e sol para ir à praia está conscientemente a exercer o seu direito de protesto numa acção clara de escolher não escolher.

 

Já cantavam esses filósofos contemporâneos Rush no seu tema Freewill, "If you choose not to decide, you still have made a choice".

12096004_10153489217766622_8093766869087909633_n.j

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 (actualizado às 18:15 do dia 04/10/2015)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28