Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



...

por Volátil, em 10.07.13

Numa das últimas entrevista televisivas que José Saramago deu, acho que foi na SIC, o jornalista perguntou-lhe como era o processo criativo de escrever um livro.

Provavelmente cada escritor tem um processo de escrita e de criatividade diferente. Uns fazem investigação para romances históricos, outros inspiram-se em personagens mais quotidianas, provavelmente na sua família e amigos, e por ai fora... José Saramago dizia então que a primeira coisa que lhe vinha à cabeça era o título. "O Homem Duplicado" disse, apareceu-lhe enquanto se barbeava. Agora, com o título já definido, era fazer perguntas. Quem era este homem? Porque era duplicado? Por ser duplicado tinha o dobro da barba para desfazer? (Bom, uma destas perguntas é minha, não digo qual). No processo de escrita criativa todas as perguntas são legitimas.E assim consegue-se uma história "out of thin air".

 

*este post foi deixado intencionalmente sem título*

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Nina a 10.07.2013 às 20:14

É a primeira vez que passo por aqui. Gostei muito :) Vou voltar *

Comentar post